Diogo Cata Preta

feeds

YouTube ter√° filmes completos da MGM

RIO – O Youtube ter√° filmes completos e s√©ries de TV do est√ļdio MGM, segundo acordo anunciado nesta segunda-feira. A parceria ser√° inaugurada com a publica√ß√£o de alguns epis√≥dios da s√©rie “American Gladiators”, al√©m de c√≥pias completas de filmes como “O Monge a Prova de Balas” e “Sete Homens e um Destino” e pequenos trechos de outros como “Legalmente Loura”.

O acordo √© visto por analistas como mais um passo do YouTube para uma rela√ß√£o mais amistosa com os est√ļdios de Hollywood. No in√≠cio o site dificultava a retirada do ar de material protegido por direitos autorais. A gigante da m√≠dia Viacom chegou a abrir contra o YouTube um processo de US$ 1 bilh√£o, que ainda est√° em julgamento.

Recentemente, no entanto, o YouTube desenvolveu um sistema que permite que os donos de direitos autorais retirem material encontrado no site ou o mantenham disponível, com exibição de publicidade.

O Google, que comprou o YouTube em 2006, j√° havia anunciado um acordo com o est√ļdio independente Lionsgate, mas a MGM √© o primeiro grande a assinar uma parceria com o site.

Imdb.com passa a ter filmes completos em vídeo

RIO – O imdb.com, maior banco de dados sobre filmes e s√©ries de TV do mundo, agora tem mais de seis mil filmes completos no site, ao inv√©s de apenas clipes e trailers. O conte√ļdo √© disponibilizado pelas produtoras Hulu, CBS, Sony, e cienastas independentes.

Para assistir os filmes em streaming √© preciso apenas clicar no bot√£o “Watch It”… se voc√™ estiver nos Estados Unidos. A nova atra√ß√£o do site √© exclusiva para usu√°rios norte-americanos. Quando se tenta assistir a algum dois filmes dispon√≠veis, aparece a antip√°tica mensagem “This video is not available in your country” (Esse v√≠deo n√£o est√° dispon√≠vel no seu pa√≠s).

Prenda-me se For Capaz

Cat Me, If You CanA história de Frank W. Abagnale ficou famosa depois de ser contada na autobiografia Prenda-me se For Capaz, adaptada para o cinema por Steven Spielberg em 2002. Pudera: se fosse um roteiro de ficção, pareceria exagerado. Em 5 anos, um jovem nova-iorquino de classe média fingiu ser piloto de avião, médico, advogado e professor. Passou cheques falsos em quase todos os estados americanos e em mais de 10 países.

E fez uma fortuna de milh√Ķes de d√≥lares. Frank come√ßou a carreira aos 16 anos, quando passou mais de 3 mil d√≥lares em cheques sem fundos do pai dele em postos de gasolina. Pouco tempo depois, virou profissional no ramo. Passou a abrir contas com documentos falsos e a imprimir seus pr√≥prios cheques frios. Para levantar menos suspeitas na hora de sacar dinheiro, fingiu ter uma das profiss√Ķes que mais davam status nos anos 60: piloto de avi√£o.

Com um uniforme, uma carteirinha da Pan Am e um brev√™, tudo falsificado, tamb√©m aproveitou para viajar e se hospedar de gra√ßa pelo pa√≠s inteiro, deixando um bolo de cheques falsos em cada cidade por que passava. Depois de quase ter seu disfarce de piloto descoberto, Frank decidiu que era hora de mudar de trabalho e morou por uns tempos em Atlanta dizendo ser m√©dico. Com um diploma falso, o “doutor” arranjou um emprego e passou um ano trabalhando como supervisor de pediatria num hospital. Depois, Frank mudou-se de novo e inventou que era formado em direito.

Falsificou um diploma (de Harvard) e logo ficou sabendo que o procurador- geral do estado da Louisiana estava precisando de um assistente. Para conseguir o emprego, ele precisaria passar por uma prova da ordem dos advogados. Atra√≠do pelo desafio, Frank estudou e, na terceira tentativa, conseguiu passar no exame. Sem nem mesmo ter terminado o 2o grau, o farsante tinha uma carteira de advogado e um emprego na promotoria p√ļblica. Nove meses depois, largou o direito e, ap√≥s constatar quantas garotas bonitas havia no campus de uma universidade, resolveu freq√ľentar uma. S√≥ que, em vez de se matricular como aluno, Frank foi como professor. Falsificar mais um diploma e algumas credenciais foi f√°cil.

Dizendo que era formado em sociologia pela Universidade Columbia, deu aulas durante um semestre. Sem levantar suspeitas. Assim que deixou a universidade, Frank voltou para a vida de estelionatário e, depois de ser perseguido exaustivamente pela polícia, acabou preso em 1970.

Com menos de 21 anos, Frank j√° tinha acumulado mais de 500 mil d√≥lares (o que hoje daria 3 milh√Ķes de verdinhas). O figura passou 5 anos na cadeia. E acabou solto com a condi√ß√£o de ajudar o governo a prevenir fraudes com documentos. Hoje, aos 58 anos, Abagnale tem uma empresa dedicada a essa tarefa. E continua faturando alto.

TorrentSpy.com √© multado em US$ 111 milh√Ķes por oferta online de filmes e seriados

E a coisa ta ficando feia. Um juiz de Los Angeles condenou a Valence Media, empresa responsable pela rede de compartilhamento de arquivos TorrentSpy.com, a pagar uma multa de US$ 111 milh√Ķes aos est√ļdios de Hollywood por oferecer ilegalmente na internet c√≥pias de filmes e seriados.

A empresa foi condenada a indenizar pelo menos seis est√ļdios com US$ 30 mil por cada uma das mais de 3.700 epis√≥dios de seriados e filmes que foram ilegalmente disponibilizados e baixados pelo TorrentSpy.com, portal de troca online (peer-to-peer) de arquivos, semelhante ao Kazaa e eMule.

A Valence Media, que pediu concordata na √ļltima semana, informou que ir√° recorrer da decis√£o.