Diogo Cata Preta

feeds

Wikipedia consegue US$ 6,2 milhões em doações

RIO РA Funda̤̣o Wikimedia anunciou nesta sexta-feira que conseguiu US$ 6,2 milh̵es em doa̵̤es desde o lan̤amento, em novembro, de uma campanha de levantamento de fundos para a Wikipedia. Uma nota oficial publicada no site afirma que mais de 125 mil pessoas colaboraram, fazendo com que o objetivo de alcan̤ar US$ 6 milh̵es para manter a enciclop̩dia colaborativa online fosse superado.

A missão, no entanto, não foi tão fácil quanto pode parecer. Em meados de dezembro o ritmo de doações estava baixo, forçando o fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, a fazer um pedido pessoal de ajuda no site. Nos últimos oito dias do mês a Wikimedia conseguiu mais de 50 mil contribuições totalizando US$ 2 milhões.

Com o objetivo alcançado, Wales publicou nesta semana uma nota de agradecimento que pode ser vista nos verbetes da Wikipedia. No site pode ser encontrado o orçamento de 2008/2009 da enciclopédia virtual, que soma US$ 5,97 milhões.

A Wikipedia tem apenas 23 funcionários, mas quem mantém o conteúdo do site são os 150 mil colaboradores espalhados pelo mundo. Segundo Wales, em oito anos de existência já são mais de 11 milhões de artigos em 265 idiomas, o que garante 275 milhões de visitas mensais ao site que seria, segundo a Wikimedia, o quarto mais popular do mundo.


Veja tambem:
Câmera Digital MP3 PlayerPendriveMP4 PlayerAeromodelos

Sony diminui custo de fabricação do PS3, mas ainda tem prejuízo com o console

RIO – Na guerra entre os consoles de última geração o PlayStation 3, da Sony, vem levando uma surra da concorrência. Enquanto o Wii ocupa uma tranqüila liderança, mesmo o Xbox 360, da Microsoft, vem batendo mês a mês os números de vendas do PS3. A fraca performance chama ainda mais a atenção considerando-se que a Sony foi a responsável pelo estrondoso sucesso do PS2, que ainda é o console mais vendido de todos os tempos e em alguns meses do ano chegou a vender mais nos EUA e Europa que seu sucessor.
play station

Pois um relatório da empresa de pesquisa de mercado iSuppli detalhou aquele que é considerado um dos principais pontos fracos do PlayStation 3: o alto preço. A iSuppli abriu um PS3 e concluiu que a Sony reduziu em 35% o custo do console em relação a sua primeira geração, mas ainda ele sai a US$ 448,73, ou quase US$ 50 acima de seu preço de venda.

O relatório revela que o videogame contém 2.820 peças individuais. Segundo a CNet News a principal economia feita no atual PS3 está na nova versão do processador Cell, da IBM, que custa US$ 46,46, ou 28% a menos que na primeira geração do hardware.

No geral, a segunda geração do console da Sony custa 35% menos para ser produzido que o modelo original, ou US$ 448,73 contra os antigos US$ 690,23. Esse é o valor apenas do hardware, sem contar com os programas, caixa e royalties.

Para o consumidor final um PS3 custa, hoje em dia, nos EUA, US$ 399, o que significa que a empresa ainda tem prejuízo a cada console vendido. Andrew Rassweiler, da iSuppli, disse à CNet News acreditar que a Sony pode conseguir equilibrar esses valores em 2009, com novas revisões de hardware.

—
Em Breve um grande lançamento nos espera:
http://www.meuimportado.com

 

Websites podem ganhar classificação indicativa como a dos cinemas

RIO – O governo britânico pretende trabalhar em conjunto com os EUA para criar um sistema de classificação de sites da internet baseado em idade, semelhante ao já existente nos cinemas. A iniciativa seria parte de uma série de ações contra atividades virtuais que podem ser consideradas ofensivas ou nocivas que será lançada no início de 2009, segundo informou o secretário de Cultura do Reino Unido, Andy Burnham, em uma entrevista ao jornal Daily Telegraph.

Burnham pretende negociar com a administração de Barack Obama para conseguir aplicar “novos padrões de decência” à comunidade internacional de sites escritos na língua inglesa. O ministro descreve a rede como um “lugar bastante perigoso” e quer que os provedores ofereçam aos pais serviços “seguros para crianças” na web.

– Existe conteúdo que simplesmente não deveria estar disponível. Essa é a minha opinião categórica. Não se trata de uma campanha contra a liberdade de expressão, longe disso. Mas existe um interesse público maior em jogo quando o material envolve agressões a outras pessoas. Nós precisamos definir melhor onde está o interesse público – defende Burnham.

Um dos problemas ligados a internet que surgiu nos últimos anos na Inglaterra é o caso de jovens que agridem colegas na rua, filmam as agressões com os celulares e postam o resultado na internet.

 A idéia inicial do ministro é que os provedores fiquem responsáveis pela fiscalização, mas novas leis poderiam ser criadas caso esse primeiro passo não obtenha sucesso.

РEu acho que precisamos de padr̵es mais claros na internet. Mais possibilidades para os pais saberem onde seus filhos esṭo e quais as regras daquele site. Quais as prote̵̤es existentes Рargumenta ele РMe preocupa o fato de que ṇo se pode deixar uma crian̤a sozinha na internet por duas horas Рcomplementa.

Burnham também quer regras mais duras para obrigar os sites a tirar do ar material considerado ofensivo. Segundo seus planos, páginas como o YouTube e Facebook teriam um período específico de tempo para remover conteúdo após serem alertadas. Ele pretende também criar leis que deêm maior proteção a pessoas difamadas online. As propostas estão sendo escritas pelo Ministério da Justiça.


Em Breve um grande lançamento nos espera:
http://www.meuimportado.com

Japanese group asks Google to stop map image service

TÓQUIO – Um grupo de advogados e professores japoneses pediram nesta sexta-feira que o Google pare de oferecer imagens detalhadas de ruas do país na internet, alegando que elas violam o direito a privacidade. O Google Street View exibe fotografias em 360 graus das ruas de 12 cidades japonesas e também está presente em mais de 50 nos EUA e em algumas áreas da Europa e Austrália. O serviço permite que internautas andem virtualmente por uma rua, usando o mouse para passear pelas cidades.

– Nós acreditamos firmemente que o que o Google vem fazendo viola um direito básico dos seres humanos – disse à Reuters Yasuhiko Tajima, professor de direito constitucional na Universidade Sophia, em Tóquio – É importante alertar a sociedade que com esse serviço um gigante da Tecnologia de Informação está violando abertamente os direitos de privacidade, um dos mais importantes que os cidadãos possuem.

A Campanha Contra uma Sociedade de Vigilância, um grupo civil coordenado por Tajima, quer que o Google pare de fornecer imagens de cidades japonesas através do Street View e apague as fotografias que estão salvas. O escritório do Google não comentou o caso.

A preocupação com o tema da privacidade vem crescendo na mídia japonesa, especialmente depois que algumas pessoas descobriram que havia imagens suas no Street View. Questões similares foram levantadas em outros países do mundo, incluindo EUA e Europa. Em um caso, uma mulher apareceu tomando banho de sol e em outro um homem foi visto saindo de uma clube de strip tease em São Francisco.

Em março, o Google concorcou com um pedido do Pentágono de remover certas imagens do serviço que poderiam comprometer a segurança de bases militares norte-americanas. O Google Maps, que é baseado em navegadores web, e o Google Earth, um aplicativo separado, foram criticados em vários países por mostras imagens de locais como bases militares e possíveis alvos de ataques terroristas.


Em Breve um grande lançamento nos espera:
http://www.meuimportado.com

Microsoft lança correção de emergência para o Explorer 7

WASHINGTON – A Microsoft lançou nesta quarta-feira uma correção de emergência para Explorer 7 após tomar conhecimento de uma falha no sistema de segurança do navegador que estava sendo utilizada por hackers chineses. A revista PC World informou no último dia 9 de dezembro que a vulnerabilidade havia sido tornada pública pelo grupo chinês “Knownsec”.

A falha está relacionada à forma como o IE maneja a linguagem XML, explica revista. Para que o ataque funcione, a vítima deve visitar uma página web que instala o código JavaScript que aproveita a vulnerabilidade. Uma vez que o sistema está infectado, ele baixa vários programas indevidamente.


www.meuimportado.com

Yahoo diminuirá para três meses prazo de armazenamento de dados de buscas

WASHINGTON РO site de buscas Yahoo vai reduzir para tr̻s meses o tempo em que armazena dados pessoais conseguidos atrav̩s da navega̤̣o dos internautas, tornando-se a empresa que mant̩m essas informa̵̤es por menos tempo. O tempo anterior era de 13 meses. O Yahoo vai manter por seis meses informa̵̤es que envolvam fraude ou risco de seguran̤a.

– O Google mantinha por 18 meses e iniciou a competição – disse Ari Schwartz, vice-presidente do Centro para a Democracia e Tecnología, um grupo de defesa da privacidade – A promessa do Yahoo é mais significativa pois eles já estão de desfazendo de alguns dados há 90 dias e têm realmente um plano de implementação – completa.

A União Européia recomendou que as empresas não conservem os dados por mais de seis meses e encoraja o setor a adotar um padrão para toda a indústria. Os sites de busca da internet obtém receita ao vincular publicidade aos termos de busca, para que os anunciantes possam vender para clientes com maior precisão.


www.meuimportado.com

Dell consegue renda de US$ 1 milhão com o Twitter

RIO – Um dos grandes mistérios do Twitter é como um site que não gera um tostão de renda consegue se manter online, com os altos gastos de manutenção gerados pela sua grande popularidade. Uma dica dos interesses por trás da ferramenta, no entanto, foi dada nesta quarta-feira, quando a Dell informou ao site Internet News que conseguiu US$ 1 milhão em vendas no último ano e meio com alertas de vendas no site.

Os negócios foram feitos graças a internautas que seguiam o perfil da Dell no Twitter e clicaram em ofertas de produtos disponíveis na loja virtual da empresa. Segundo o Internet News, o Twitter deve apresentar um plano de receita no ano que vem. A expectativa é que o site crie algum novo serviço cobrado, como contas premium.


www.meuimportado.com

Twitter passa a fazer parte do Google Friend Connect

RIO РO Google ganhou nesta ter̤a-feira um importante novo parceiro para o seu Friend Connect: o Twitter. MySpace e Yahoo! tamb̩m ṣo parceiros do Google na iniciativa, que tem como rival o Facebook Connect.

O serviço permite que usuários utilizem credenciais de redes sociais para logar em diversas páginas pela internet, que forem cadastradas no Google Friend Connect. O Twitter informou em seu blog que haverá também integração com o Facebook Connect, mas essa iniciativa “exige algum esforço de desenvolvimento”.

Segundo o Google, o acréscimo do Twitter ao Friend Connect permitirá que “o seu Twitter permaneça conectado onde quer que você esteja na web. Isso significa que quando você entra num site integrado ao Friend Connect, pode utilizar seu perfil do Twitter, saber que pessoas você segue no Twitter e também fazem parte do site e enviar rapidamente uma mensagem falando sobre a nova página”.


www.meuimportado.com

Acesso à internet no país aumenta 5% e chega a 38,2 milhões de pessoas

SÃO PAULO – O número de pessoas que moram em residências em que há computador com acesso à internet subiu para 38,2 milhões, crescimento de 5% sobre o trimestre anterior e de 19% sobre o mesmo período do ano passado, conforme dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ibope/NetRatings. Em dois anos, o crescimento foi de 73%. Dessas pessoas com acesso, 24,4 milhões navegaram em novembro, aumento de 3% sobre o mês de outubro e de 13% sobre novembro de 2007.

O total de pessoas de 16 anos ou mais de idade com acesso em todos os ambientes Рresid̻ncias, trabalho, escolas, lan-houses, bibliotecas, telecentros Рfoi de 43,1 milh̵es, no terceiro trimestre de 2008.

Cada um dos 24,4 milhões de usuários ativos somou em média um tempo de 23 horas e 47 minutos de navegação em novembro, 4% a menos que no mês anterior e 3% maior que em novembro de 2007. O Brasil manteve-se na primeira posição entre os países medidos com mesma metodologia. Ficaram mais próximos do Brasil em novembro a França, com 23 horas e 45 minutos, e a Alemanha, que marcou 23 horas e 5 minutos.

– Os internautas dos outros países têm aumentado seu tempo de permanência, atraídos principalmente por sites de relacionamento social, que são os conteúdos que mantêm as pessoas por mais tempo conectadas – comentou José Calazans, analista de mídia do Ibope/NetRatings. – No Brasil esses sites de comunidades sempre representaram também a maior parte do tempo on-line, mas outras categorias vêm crescendo acima da média em tempo de navegação por pessoa. ‘Automóveis’, ‘Casa e Moda’, ‘Comércio Eletrônico’, ‘Notícias e Informações’, ‘Buscadores’ e ‘E-mail’ foram as que registraram o maior aumento do tempo de permanência por usuário nos últimos seis meses”.

Segundo José Calazans, as redes sociais e a possibilidade de se relacionar com os amigos atraem os usuários, que então passam a navegar também em outros sites.

– Nesse aspecto, os novos internautas brasileiros, que compraram computador nos últimos dois anos, já superam a fase de conhecimento da internet pelas redes sociais e começam a descobrir os outros conteúdos disponíveis na rede – disse.


www.meuimportado.com