Diogo Cata Preta

feeds

Redes sociais s√£o mais populares que sites porn√īs, diz pesquisa

RIO – Adolescentes e jovens conectados √† internet t√™m mais interesse em redes sociais do que em sites de pornografia, revela uma nova pesquisa. O estudo foi feito pelo pesquisador Bill Tancer, que analisou os h√°bitos de buscas de mais de 10 milh√Ķes de usu√°rios da internet, segundo o Telegraph.co.uk.

Há 10 anos, as buscas relacionadas a pornografia respondiam por 20% de todas as pesquisas feitas na internet, diz Tancer. Hoje, elas estão em 10%, sendo que a queda nessas buscas é perceptível no grupo de jovens entre 18 e 24 anos.

РMinah teoria é que os jovens passam tantas horas em redes sociais que não tem mais tempo para olhar sites adultos Рdisse o pesquisador à Reuters.

Tancer √© o autor de um livro, “Click: O que milh√Ķes de pessoas dazem online e porque isso importa”, no qual mostra que sites de celebridades t√™m mais visitas que os dedicados a religi√£o, pol√≠tica, bem-estar e dietas juntos. Um outro dado revelado por suas pesquisas que d√° o que pensar √© que os internautas buscam mais por fotos da candidata republicana √† vice-presid√™ncia, Sarah Palin, do que por informa√ß√Ķes sobre suas posi√ß√Ķes pol√≠ticas.

Ele nota ainda que a velocidade de disseminação de informação na web leva à desinformação. Quem também defende uma busca por maior confiabilidade da web é o seu inventor, Tim Berners-Lee.

– Com a explos√£o da desinforma√ß√£o na internet, eu acho que algu√©m desenvolver√° um novo tipo de software que filtre as informa√ß√Ķes mais acuradas. Talvez a precis√£o da informa√ß√£o seja a pr√≥xima coisa que n√≥s vamos buscar na rede – conclui Tancer.

Google far√° concurso para programadores brasileiros

Concurso GoogleO Google est√° convocando programadores brasileiros para participar de um desafio de sua tecnologia OpenSocial. O concurso premiar√° as melhores aplica√ß√Ķes feitas por programadores brasileiros para redes sociais. O vencedor ganhar√° R$ 8 mil.

Os organizadores do concurso – al√©m do Google, a Mentez (especializada em aplica√ß√Ķes para redes sociais) e a Globant (especializada em terceiriza√ß√£o de manuten√ß√£o e desenvolvimento de software) – far√£o workshops e semin√°rios em maio para os participantes do concurso, a fim de ajud√°-los no desenvolvimento das aplica√ß√Ķes e na integra√ß√£o com o Orkut.

O cronograma do concurso é o seguinte:

24 de Mar√ßo: In√≠cio das inscri√ß√Ķes
23 de Maio: Envio dos planos das aplica√ß√Ķes
20 de Junho: Envio das aplica√ß√Ķes
De 20 de Junho a 8 de Agosto: Disponibiliza√ß√£o das aplica√ß√Ķes aos usu√°rios Orkut e Facebook
11 de Agosto: Publicação dos resultados

Se voc√™ quer saber mais entre no site www.mentez.com e encontre mais informa√ß√Ķes.

Yahoo criar√° portal √ļnico para se aproximar de redes sociais

O Yahoo anunciou planos de se renovar para permitir que os usuários adaptem o portal ao seu perfil e inclua aplicativos de outros serviços, recurso já comum a outras redes de relacionamento social na internet.

O respons√°vel pela √°rea de tecnologia, Aristotle Balogh, afirmou, durante a confer√™ncia “Web 2.0”, em S√£o Francisco, que o portal vai renovar “toda a experi√™ncia do Yahoo para torn√°-lo mais social em cada dimens√£o”.

O portal permitir√° que seus mais de 500 milh√Ķes de usu√°rios escolham entre uma lista de aplicativos para coloc√°-las em qualquer lugar deste site, incluindo na p√°gina principal. O resultado deve ficar muito pr√≥ximo ao que o Google j√° faz com o iGoogle ou a redes de sociais como o Facebook e o MySpace.

Internauta latino-americano gasta mais tempo com rede social, diz site

Os internautas latino-americanos são os usuários que gastam mais tempo de navegação em redes sociais como MySpace, Facebook, Orkut e Fotolog, constatou um levantamento publicado pelo site Fotolog. Segundo dados divulgados pelo portal, os usuários de países da América Latina gastam, em média, 375 minutos ou 6h25m por mês com comunidades online, contra os 249 minutos ou 4h15m mensais gastos por internautas da América do Norte.

– Os latinos gostam de se socializar, e as redes sociais na internet n√£o s√£o nada mais do que uma nova plataforma de intera√ß√£o, da mesma forma que fazemos por outros meios – afirmou √† EFE Mikel Lekaroz, diretor da Hi-Media, empresa que mant√©m o Fotolog, uma das dez redes sociais mais acessados do mundo, com 17 milh√Ķes de usu√°rios.