Diogo Cata Preta

feeds

CEO do Google pede a estudantes: ‘desliguem seus computadores’

PHILADELPHIA – O chefe da ferramenta de busca mais popular do mundo encorajou estudantes universitários a se afastar do mundo virtal e criar relações humanas. Falando na formatura de uma turma da Universidade da Pennsylvania, o presidente e CEO do Google Eric Schmidt disse para mais de seis mil graduandos que eles precisam encontrar as respostas que realmente importam, vivendo uma vida analógica por um tempo.

– Desliguem os seus computadores. Vocês precisam mesmo desligar seus telefones e descobrir tudo que há de humano a sua volta – disse Schmidt – Nada é melhor do que segurar a mão de um neto que dá os primeiros passos.

Schmidt, doutor pela Universidade da California, em Berkeley, recebeu também um doutorado honorário em ciências na cerimônia. A presidente da universidade, Amy Gutmann, citou as “diversas contribuições de Schmidt para colocar o mundo nas mãos da humanidade”.

РVoc̻ devotou sua carreira a criar uma nova era de aprendizado potencializado pela tecnologia Рdisse Gutmann.

Em seu discurso, Schmidt lembrou que a escola da Pennsylvania teve uma papel chave na indústria da tecnologia ao criar o ENIAC, um dos primeiros computadores eletrônicos, em 1946.

– Literalmente tudo que você vê – todos os computadores, celulares, aparelhos – vêm dos princípios inventados aqui – afirmou.

Nos próximos 10 anos, prevê, a tecnologia vai avançar ao ponto de tornar possível ter 85 anos de vídeos armazenados em um iPod. Schimidt também orientou os alunos a não traçarem um caminho rígido demais para si mesmos, pois recompensas surgem para aqueles que cometem erros e aprendem com eles.

РVoc̻ ṇo pode planejar a inova̤̣o, mas pode estar pronto para ela. E quando v̻ a oportunidade surgir, saltar para ela e fazer a diferen̤a.

A classe de 2009 está se formando num clima econômico complicado, mas esse tempo de crise pode ser também de inovação, disse Schmidt. Ele lembrou que sucrilhos e latas de cerveja são produtos da Grande Depressão.

O CEO comparou ainda, em tom jocoso, a “geração do Google e do Facebook” à sua própria: celulares x cabines telefônicas, Wii x Pong, blogs x jornais, Red Bull x Tang.

Ainda mais notável, segundo Schmidt, é o fato de que as pessoas de sua geração passavam a vida tentando esconder seus momentos embaraçosos. Já a geração atual grava e publica esses momentos no YouTube, disse, arracandos gargalhadas da plateia.

– E eu espero assistir a isso pelos próximos 30 ou 40 anos.

Websites podem ganhar classificação indicativa como a dos cinemas

RIO – O governo britânico pretende trabalhar em conjunto com os EUA para criar um sistema de classificação de sites da internet baseado em idade, semelhante ao já existente nos cinemas. A iniciativa seria parte de uma série de ações contra atividades virtuais que podem ser consideradas ofensivas ou nocivas que será lançada no início de 2009, segundo informou o secretário de Cultura do Reino Unido, Andy Burnham, em uma entrevista ao jornal Daily Telegraph.

Burnham pretende negociar com a administração de Barack Obama para conseguir aplicar “novos padrões de decência” à comunidade internacional de sites escritos na língua inglesa. O ministro descreve a rede como um “lugar bastante perigoso” e quer que os provedores ofereçam aos pais serviços “seguros para crianças” na web.

– Existe conteúdo que simplesmente não deveria estar disponível. Essa é a minha opinião categórica. Não se trata de uma campanha contra a liberdade de expressão, longe disso. Mas existe um interesse público maior em jogo quando o material envolve agressões a outras pessoas. Nós precisamos definir melhor onde está o interesse público – defende Burnham.

Um dos problemas ligados a internet que surgiu nos últimos anos na Inglaterra é o caso de jovens que agridem colegas na rua, filmam as agressões com os celulares e postam o resultado na internet.

 A idéia inicial do ministro é que os provedores fiquem responsáveis pela fiscalização, mas novas leis poderiam ser criadas caso esse primeiro passo não obtenha sucesso.

РEu acho que precisamos de padr̵es mais claros na internet. Mais possibilidades para os pais saberem onde seus filhos esṭo e quais as regras daquele site. Quais as prote̵̤es existentes Рargumenta ele РMe preocupa o fato de que ṇo se pode deixar uma crian̤a sozinha na internet por duas horas Рcomplementa.

Burnham também quer regras mais duras para obrigar os sites a tirar do ar material considerado ofensivo. Segundo seus planos, páginas como o YouTube e Facebook teriam um período específico de tempo para remover conteúdo após serem alertadas. Ele pretende também criar leis que deêm maior proteção a pessoas difamadas online. As propostas estão sendo escritas pelo Ministério da Justiça.


Em Breve um grande lançamento nos espera:
http://www.meuimportado.com

Japanese group asks Google to stop map image service

TÓQUIO – Um grupo de advogados e professores japoneses pediram nesta sexta-feira que o Google pare de oferecer imagens detalhadas de ruas do país na internet, alegando que elas violam o direito a privacidade. O Google Street View exibe fotografias em 360 graus das ruas de 12 cidades japonesas e também está presente em mais de 50 nos EUA e em algumas áreas da Europa e Austrália. O serviço permite que internautas andem virtualmente por uma rua, usando o mouse para passear pelas cidades.

– Nós acreditamos firmemente que o que o Google vem fazendo viola um direito básico dos seres humanos – disse à Reuters Yasuhiko Tajima, professor de direito constitucional na Universidade Sophia, em Tóquio – É importante alertar a sociedade que com esse serviço um gigante da Tecnologia de Informação está violando abertamente os direitos de privacidade, um dos mais importantes que os cidadãos possuem.

A Campanha Contra uma Sociedade de Vigilância, um grupo civil coordenado por Tajima, quer que o Google pare de fornecer imagens de cidades japonesas através do Street View e apague as fotografias que estão salvas. O escritório do Google não comentou o caso.

A preocupação com o tema da privacidade vem crescendo na mídia japonesa, especialmente depois que algumas pessoas descobriram que havia imagens suas no Street View. Questões similares foram levantadas em outros países do mundo, incluindo EUA e Europa. Em um caso, uma mulher apareceu tomando banho de sol e em outro um homem foi visto saindo de uma clube de strip tease em São Francisco.

Em março, o Google concorcou com um pedido do Pentágono de remover certas imagens do serviço que poderiam comprometer a segurança de bases militares norte-americanas. O Google Maps, que é baseado em navegadores web, e o Google Earth, um aplicativo separado, foram criticados em vários países por mostras imagens de locais como bases militares e possíveis alvos de ataques terroristas.


Em Breve um grande lançamento nos espera:
http://www.meuimportado.com

Yahoo diminuirá para três meses prazo de armazenamento de dados de buscas

WASHINGTON РO site de buscas Yahoo vai reduzir para tr̻s meses o tempo em que armazena dados pessoais conseguidos atrav̩s da navega̤̣o dos internautas, tornando-se a empresa que mant̩m essas informa̵̤es por menos tempo. O tempo anterior era de 13 meses. O Yahoo vai manter por seis meses informa̵̤es que envolvam fraude ou risco de seguran̤a.

– O Google mantinha por 18 meses e iniciou a competição – disse Ari Schwartz, vice-presidente do Centro para a Democracia e Tecnología, um grupo de defesa da privacidade – A promessa do Yahoo é mais significativa pois eles já estão de desfazendo de alguns dados há 90 dias e têm realmente um plano de implementação – completa.

A União Européia recomendou que as empresas não conservem os dados por mais de seis meses e encoraja o setor a adotar um padrão para toda a indústria. Os sites de busca da internet obtém receita ao vincular publicidade aos termos de busca, para que os anunciantes possam vender para clientes com maior precisão.


www.meuimportado.com

Twitter passa a fazer parte do Google Friend Connect

RIO РO Google ganhou nesta ter̤a-feira um importante novo parceiro para o seu Friend Connect: o Twitter. MySpace e Yahoo! tamb̩m ṣo parceiros do Google na iniciativa, que tem como rival o Facebook Connect.

O serviço permite que usuários utilizem credenciais de redes sociais para logar em diversas páginas pela internet, que forem cadastradas no Google Friend Connect. O Twitter informou em seu blog que haverá também integração com o Facebook Connect, mas essa iniciativa “exige algum esforço de desenvolvimento”.

Segundo o Google, o acréscimo do Twitter ao Friend Connect permitirá que “o seu Twitter permaneça conectado onde quer que você esteja na web. Isso significa que quando você entra num site integrado ao Friend Connect, pode utilizar seu perfil do Twitter, saber que pessoas você segue no Twitter e também fazem parte do site e enviar rapidamente uma mensagem falando sobre a nova página”.


www.meuimportado.com

YouTube terá filmes completos da MGM

RIO – O Youtube terá filmes completos e séries de TV do estúdio MGM, segundo acordo anunciado nesta segunda-feira. A parceria será inaugurada com a publicação de alguns episódios da série “American Gladiators”, além de cópias completas de filmes como “O Monge a Prova de Balas” e “Sete Homens e um Destino” e pequenos trechos de outros como “Legalmente Loura”.

O acordo é visto por analistas como mais um passo do YouTube para uma relação mais amistosa com os estúdios de Hollywood. No início o site dificultava a retirada do ar de material protegido por direitos autorais. A gigante da mídia Viacom chegou a abrir contra o YouTube um processo de US$ 1 bilhão, que ainda está em julgamento.

Recentemente, no entanto, o YouTube desenvolveu um sistema que permite que os donos de direitos autorais retirem material encontrado no site ou o mantenham disponível, com exibição de publicidade.

O Google, que comprou o YouTube em 2006, já havia anunciado um acordo com o estúdio independente Lionsgate, mas a MGM é o primeiro grande a assinar uma parceria com o site.

Google lança página que busca por temas mais populares em blogs

O Google lançou nesta quarta-feira um novo serviço semelhante ao Google News, mas dedicado apenas a buscas por temas que estejam sendo discutidos em blogs pelo mundo afora. O Google Blog Search também dividido em categorias, como política, tecnologia e entretenimento, que agrupam posts sobre temas semelhantes. Para conhecer a ferramenta visite o site http://blogsearch.google.com/

Google segue comemorando aniversário e coloca no ar página e index originais de 2001

RIO – O Google segue comemorando seus 10 anos de aniversário com a apresentação de pequenos presentinhos para o usuário. Desta vez, eles colocaram no ar uma cópia do site de busca e do index da ferramenta mais antigos que ainda estão disponíveis. Quem seguir este link poderá visitar a página do Google como ela era em 2001 e os resultados das buscas refletem o conteúdo da época.

É importante notar que muitas das páginas da época não existem mais ou foram modificadas. A busca, portanto, não é perfeita, mas ainda assim garante alguns minutos de diversão. O Google cita “diversos motivos técnicos” para não reproduzir os arquivos do ano de sua fundação: 1998. Segundo o site, em janeiro de 2001 a ferramenta de busca dava acesso a 1.326.920 páginas.

Google abre concurso por projetos para ‘mudar o mundo’

RIO – O Google lançou nesta quarta-feira o projeto 10¹ºº, definido por eles como “um chamado por idéias para mudar o mundo, ajudando o maior número possível de pessoas”. O gigante das buscas promete financiar com US$ 10 milhões os cinco melhores projetos que forem recebidos.

No site do 10¹ºº, a empresa publicou um vídeo com uma animação fofinha, onde argumenta que quando alguém se movimenta para resolver problemas comuns podem surgir idéias que ajudam até mesmo milhões pessoas. O vídeo termina com a pergunta “Quantas pessoas a sua idéia pode ajudar?”

As idéias devem ser enviadas até o dia 20 de outubro, através de um formulário que pode ser encontrado neste link. Um vídeo de até 30 segundos pode ser incluído para reforçar a proposta. O Google aceita projetos nas seguintes categorias: comunidade, oportunidade, energia, meio-ambiente, saúde, educação, habitação e outros.

Os critérios para a escolha das melhores idéias, segundo o site, serão o alcance do projeto, a profundidade com que as pessoas serão afetadas, a viabilidade da implementação em curto prazo (um ou dois anos), a eficiência e a duração do impacto da idéia.

No dia 27 de janeiro o Google vai publicar uma lista de 100 idéias e o público poderá eleger as 20 semi-finalistas. Então um júri irá escolher os cinco melhores projetos, que receberão o apoio da empresa.

Bem melhor que Big Brother ou O Aprendiz, não?

Google amplia liderança no mercado de buscas nos Estados Unidos

RIO РO Google ampliou sua lideran̤a em buscas online nos EUA, chegando a 63% do mercado no m̻s de agosto, contra 61,9% registrados em julho. Segundo uma pesquisa da comScore, o crescimento foi o maior em cinco meses. Os n̼meros ganham ainda mais import̢ncia quando se considera que os dois principais rivais do Google РYahoo e Microsoft Рtiveram queda na participa̤̣o.

O Yahoo perdeu 0,9%, ficando com 19,6% do mercado, e a Microsoft se manteve na terceira posição, com 8,3% (queda de 0,6%). O Ask.com (4,8%) cresceu 0,3% e se manteve no quarto lugar, às frente da AOL (4,3%), que cresceu 0,1%.

A ComScore estima que o número de buscas feitas nas cinco principais ferramentas de buscas nos Estados Unidos tenha se mantido em 11,75 bilhões, mesmo número de julho.

Próxima Página →