Diogo Cata Preta

feeds

Espionagem no Skype chinês causa revolta

RIO – Usu√°rios mais experientes em internet na China come√ßaram a evitar o uso da vers√£o do Skype oferecida pelo parceira oficial no pa√≠s h√° cerca de dois anos, mas as not√≠cias de que a empresa filtra e armazena mensagens de texto enviadas pelo servi√ßo levantou novas preocupa√ß√Ķes em rela√ß√£o ao seu comprometimento com a privacidade.

A empresa norte-americana pode enfrentar uma forte reação nos EUA e na China por comprometer princípios básicos para se adequar às exigências dos censores chineses, alertam analistas.

РPode ser que nós nunca saibamos se essas pessoas cujas conversas foram gravadas foram presas ou tiveram suas vidas arruinadas Рdisse Rebecca MacKinnon, uma especialista em internet da Universidade de Hong Kong РEste foi um grande golpe na credibilidade do Skype, apesar dos executivos da empresa estarem tratando o assunto como se não fosse tão grave.

O Skype, que promete total segurança e privacidade, tornou-se muito popular na China entre pessoas que queriam manter suas conversas privadas longe dos ouvidos dos censores do governo.

Nesta quinta, no entanto, a empresa teve de se desculpar depois que um relat√≥rio revelou que o governo chin√™s n√£o s√≥ monitora textos de chats privados com palavras-chave espec√≠ficas, o que j√° havia sido admitdo, como tamb√©m armazena o material junto com milh√Ķes de registros pessoais em computadores que podem ser facilmente acessados por qualquer um.

O Skype afirma que apenas conversas em que pelo menos um dos participantes utilizava o software chinês foram afetadas.

Entre os usuários mais experientes da China, no entanto a notícia não causou muita surpresa. Muitos já suspeitavam do software fornecido pela TOM Online Inc., sócios majoritários da joint-venture TOM-Skype na China, e não usavam a versão original.

РNós já sabíamos que o programa não deixava passar mensagens com algumas palavras, então entendemos que eles tinham alguma acordo com o governo e evitamos o software Рdisse Wang Lixiong, um escritor dissidente.

O aviso de que o TOM-Skype não era seguro foi espalhado em blogs e outras redes de comunicação. A página oficial do Skype na China redirecionava os usuários para baixar essa versão e não a internacional.

Ainda assim, houve revolta com a extensão da colaboração de um gigante ocidental, que se curvou ao poder comercial da China.

РO problema do Skype é que eles fizeram mais do que as pessoas temiam. Eles foram condescendentes demais com o governo Рdisse Isaac Mao, um dos mais antigos e famosos blogueiros da China.

O Yahoo já foi muito criticado por ajudar o governo chinês a identificar Shi Tao, um repórter acusado de vazar segredos de Estado. Ele foi condenado a 10 anos de prisão em abril de 2007.

O Google, que tem como lema “N√£o seja mau”, tamb√©m irritou muitas pessoas ao lan√ßar um site auto-censurado no pa√≠s.

A TOM disse apenas que a empresa obedeceu aos regulamentos e regras chineses. A defesa foi ridizularizada por algumas das vítimas do monitoramento.

РA gente precisa interrogá-los: a constituição estipula que os cidadãos tem liberdade de correspondência e direito a segredo de correpondência. Vocês cumpriram essa Lei Magna? Рquestiona um post em um fórum.

Wang disse que o controle governamental sobre os telefones e outros programas de internet o deixou com poucas op√ß√Ķes al√©m de usar a vers√£o internacional do Skype. Mas mesmo essa tem falhas de seguran√ßa preocupantes. Ele diz que o programa permite que um usu√°rio abra sua conta em dois computadores diferentes sem que o primeiro seja notificado.

РSe a sua senha for roubada, tudo que é feito no Skype pode ser lido e copiado em outro computador sem que o usuário original Рalerta.