Diogo Cata Preta

feeds

Ciência da Computação pode se beneficiar da crise em Wall Street

RIO РSegundo recente artigo da Computerworld, muitos estudantes que abandonaram as carreiras ligadas a TI (Tecnologia da Informação) e ciência da computação depois do estouro da bolha da internet em 2001 estão sendo agora atraídos de volta ao ramo em função do possível colapso do sistema financeiro americano.

Buscando ganhos maiores, esses estudantes vinham optando durante anos por carreiras nas √°reas de finan√ßas e bancos. Todavia, na maioria dos casos, tal escolha n√£o era para eles uma op√ß√£o que necessariamente lhes traria prazer no trabalho. O talento e a paix√£o dos t√≠picos “nerds” de sistemas vinham sendo superados pela esperan√ßa de lucrar mais no fren√©tico ambiente de neg√≥cios da ciranda financeira.

Com a reviravolta que hoje ocorre no universo bancário dos EUA, o retorno às carreiras de TI é um misto de uma necessidade de sobrevivência com uma volta às origens, em que estudantes e profissionais que antes atuavam em sistemas já sabem de antemão que não irão enriquecer, mas terão emprego mais fácil.

Os grandes motivadores para a reaceleração das carreiras em TI são, em primeiro lugar, o fascínio das constantes novidades na área de tecnologia e, por outro lado, a alta probabilidade de que faltarão empregos em finanças nos próximos tempos.

Na √©poca do estouro da bolha das empresas ponto-com, al√©m da pr√≥pria cat√°strofe em si, um outro fator afugentou profissionais de computa√ß√£o fazendo-os migrar para outras paragens – foi a febre do “outsourcing”, em que muitas empresas de tecnologia encerravam cargos nos EUA para reabri-los no Oriente, em pa√≠ses em que a m√£o-de-obra era mais barata.

A evasão das áreas de TI, que chegou ao auge em 2001, teve como efeito a atual carência de profissionais nesse setor. Juntando isso às aposentadorias dos veteranos em computação, o problema vinha se agravando.

Nos dias atuais, contudo, o que se v√™ no panorama de recursos humanos nos EUA √© uma firme escalada no n√ļmero de vagas em TI, com √™nfase nas √°reas de redes e comunica√ß√£o de dados, mas tamb√©m contemplando os setores de engenharia de software e de aplica√ß√Ķes, ci√™ncia da computa√ß√£o e administra√ß√£o de bancos de dados.

No entanto, professores e diretores de institui√ß√Ķes de ensino americanas advertem que os novatos n√£o devem tomar importantes decis√Ķes quanto a suas carreiras apenas com base em flutua√ß√Ķes moment√Ęneas de mercado e em tend√™ncias que podem se alterar a qualquer momento.

Um estudante calouro pode hoje se ver fascinado por supostas promessas de emprego fácil numa área aparentemente florescente do mercado, como a de TI hoje se configura. Mas não é possível garantir que, daqui a quatro anos, quando ele estiver prestes a se graduar, a situação não terá mudado drasticamente. O importante é seguir a vocação, tendo em mente que o ideal é sempre trabalhar naquilo que se gosta, em vez de visar apenas ao enriquecimento pura e simplesmente.


Comentários

Leave a Reply