Diogo Cata Preta

feeds

Efedrina РQueimadores de Gordura (Termogênicos)

Ol√° pessoal,

Nada a ver com gen√©tica, mas interessante sob o ponto de vista cient√≠fico ! Divulgado pela UOL. Vale a pena ler pelo menos o √ļltimo par√°grafo para quem tiver achando muito longo‚Ķ

Barriginha trincada Pílula para dieta é vinculada à morte de atleta

Stephens Smith

Para os norte-americanos t√≠picos que procuram perder alguns quilos ou para os atletas de elite cujo objetivo √© melhorar a performance nas pistas, a efedrina tem sido a esperan√ßa em formato de p√≠lula, um suplemento natural dispon√≠vel nas lojas de sa√ļde da vizinhan√ßa por uns poucos d√≥lares, vendida sob nomes populares como Metabolife e Dexatrim.

Mas um exame m√©dico realizado na √ļltima ter√ßa-feira na Fl√≥rida, que determinou que um produto a base de efedrina provavelmente contribuiu para a morte de um jogador de beisebol de 23 anos da equipe Baltimore Orioles por derrame cerebral certamente vai atrair uma aten√ß√£o renovada para os riscos de sa√ļde associados aos suplementos alimentares vendidos sem receita m√©dica.

Os defensores da sa√ļde p√ļblica j√° pediram que a comercializa√ß√£o da efedrina seja proibida, uma medida que afetaria uma linha de produtos que gera de US$ 1 bilh√£o (cerca de R$ 3,6 bilh√Ķes) a US$ 3 bilh√Ķes (cerca de R$ 10,8 bilh√Ķes) anualmente. Uma grande rede fornecedora de suplementos esportivos parou de vender a efedrina ap√≥s uma onda de publicidade negativa sobre as p√≠lulas. E, duas semanas atr√°s, um estudo feito em car√°ter emergencial por pesquisadores em S√£o Francisco concluiu que, embora a efedrina seja respons√°vel por menos de 1% do total de vendas de suplementos naturais, ela responde por 64% de todas as rea√ß√Ķes de sa√ļde adversas relacionadas a esses produtos.

Os cientistas envolvidos no estudo conclu√≠ram que as pessoas que tomam efedrina correm um risco 200 vezes maior de sofrerem complica√ß√Ķes resultantes do produto quando comparadas aqueles indiv√≠duos que tomam outros suplementos. Segundo os estudiosos, as chances de se ter complica√ß√Ķes associadas √† efedrina s√£o equivalentes √† possibilidade de se sofrer de c√Ęncer do pulm√£o devido ao h√°bito de fumar.

‚ÄúN√≥s temos certeza absoluta que o produto n√£o √© seguro‚ÄĚ, afirma Michael Slipak, professor de medicina, epidemiologia e bioestat√≠stica do Centro M√©dico para Veteranos de Guerra de S√£o Francisco e autor de um estudo sobre a efedrina publicado na p√°gina da Internet da revista ‚ÄúAnnals of Internal Medicine‚ÄĚ.

Steve Bechler, o jogador do Orioles, morreu na segunda-feira passada, um dia ap√≥s a sua temperatura corploral ter subido bruscamente para 42¬ļ C durante um treinamento. Bechler, pesava 107 quilos e sofria de hipertens√£o. Ap√≥s a realiza√ß√£o de uma aut√≥psia, o m√©dico legista do Condado de Broward, na Fl√≥rida, Joshua Perper, chegou √† conclus√£o de que o medicamento xenadrina, que Bechler estava tomando para perder peso, provavelmente contribuiu para a sua morte, que foi oficialmente atribu√≠da √† fal√™ncia m√ļltipla de √≥rg√£os.

Perper solicitou à Liga de Beisebol que proibisse o uso dos derivados da erva pelos atletas, seguindo os passos da Liga Nacional de Futebol Americano e do Comitê Olímpico Internacional.

Para os especialistas que investigaram a efedrina e as complica√ß√Ķes causadas pela droga – problemas do cora√ß√£o, transtornos psiqui√°tricos e convuls√Ķes – o v√≠nculo entre a efedrina e a morte do atleta n√£o chegou a ser uma surpresa.

‚ÄúA droga n√£o est√° regulamentada e achamos que essa situa√ß√£o deveria mudar‚ÄĚ, disse Shlipak, de S√£o Francisco. ‚ÄúMas quanto ao rem√©dio ser totalmente banido ou ser comprado somente com receita m√©dica, isto √© algo que cabe aos especialistas decidir‚ÄĚ.

Os pesquisadores californianos examinaram as complica√ß√Ķes relatadas em 2001 pelos usu√°rios da efedrina e seus m√©dicos a quase 200 centros de controle de envenenamento em toda a na√ß√£o. Segundo Shlipak, os cientistas ficaram ‚Äúchocados‚ÄĚ com o que descobriram.

A ind√ļstria de p√≠lulas diet√©ticas vem operando em um territ√≥rio nebuloso desde meados dos anos 90, quando come√ßaram a circular os primeiros relatos dando conta de que a droga composta fen-phen, de uso generalizado, foi respons√°vel por epis√≥dios potencialmente fatais de danos √†s v√°lvulas card√≠acas. O fabricante das p√≠lulas acabou desembolsando US$ 3,75 bilh√Ķes (cerca de R$ 13,57 bilh√Ķes) para pagar indeniza√ß√Ķes resultantes de processos na justi√ßa.

As pílulas de efedrina têm sido um dos itens mais vendidos nas lojas de suplementos dietéticos, farmácias e supermercados Рespecialmente depois que o fen-phen foi retirado do mercado.

A efedrina promete reduzir o peso ao mesmo tempo em que aumenta a energia, lan√ßando m√£o de uma propaganda bastante atraente para atletas como Bechler e tamb√©m para quatro jogadores de futebol americano que morreram ap√≥s tomar a subst√Ęncia. A Liga Nacional de Futebol Americano baniu o uso do produto entre seus atletas ap√≥s a morte do jogador Korey Stringer, do Minnesota Vikings, embora a organiza√ß√£o tenha afirmado que a proibi√ß√£o n√£o estaria diretamente vinculada √† morte do jogador. A efedrina foi encontrada no arm√°rio de Stringer ap√≥s a sua morte, mas estudos toxicol√≥gicos n√£o encontraram tra√ßos da subst√Ęncia no seu sangue.

Um sinal de como a confiança na efedrina ficou profundamente abalada foi a decisão tomada no mês passado pela fabricante de suplementos dietéticos EAS no sentido de cancelar a comercialização de produtos baseados em efedrina.

‚ÄúEsta decis√£o foi tomada pela EAS com base no desejo do consumidor‚ÄĚ, disse em uma declara√ß√£o Jim Heidenreich, vice-presidente de marketing da companhia. ‚ÄúAcreditamos que o consumidor est√° demonstrando forte prefer√™ncia por produtos de controle de peso que n√£o sejam a base de efedrina. E isso √© bom tanto para os consumidores como para a EAS‚ÄĚ.

O Departamento de Servi√ßos Humanos e de Sa√ļde dos Estados Unidos solicitou √† Rand Corporation que conduzisse uma ampla avalia√ß√£o quanto √† possibilidade de a efedrina realmente ser eficaz e sobre a hip√≥tese de que ela causaria problemas de sa√ļde. Os pesquisadores da Rand est√£o nos est√°gios finais da pesquisa e devem divulgar os resultados nos pr√≥ximos meses, afirma Warren Robak, porta-voz da institui√ß√£o da californiana.

A xenadrina, o suplemento que Bechler estava tomando, √© fabricado pela Cytodyne Technologies, uma empresa de Nova Jersey voltada para produtos que prometem o emagrecimento e a melhora da forma f√≠sica. A p√°gina da companhia na Web enaltece a xenadrina RFA-1 como sendo ‚Äúo suplemento diet√©tico n√ļmero um dos Estados Unidos‚ÄĚ.

A companhia divulgou um comunicado na terça-feira no qual afirma que a xenadrina é segura e eficaz.

‚ÄúDevido √† falta de evid√™ncias m√©dicas neste momento a Citodyne n√£o est√° em condi√ß√Ķes de tecer coment√°rios espec√≠ficos sobre as circunst√Ęncias relativas √† tr√°gica morte de Steve Bechler‚ÄĚ, afirmou a declara√ß√£o da Citodyne. ‚ÄúAt√© que o relat√≥rio toxicol√≥gico esteja dispon√≠vel, afirmar que Bechler algum dia utilizou xenadrina n√£o passa de pura especula√ß√£o, assim como a insinua√ß√£o de que a xenadrina tenha de alguma forma contribu√≠do para a sua morte‚ÄĚ.

Os fabricantes das p√≠lulas para perda de peso juram ser capazes de reduzir alguns quilos de gordura, citando in√ļmeras pesquisas. Mas tais pesquisas est√£o sendo alvo de cr√≠ticas cient√≠ficas – e, em certos casos, de processos na justi√ßa.

A estrutura qu√≠mica da erva explica porque ela pode ser t√£o problem√°tica quando administrada em altas doses – e especialmente quando utilizada por indiv√≠duos com problemas card√≠acos, afirma Robert J. Myerburg, diretor da divis√£o de cardiologia da Universidade de Miami. A efedrina faz com que os vasos sang√ľ√≠neos se contraiam, tornando mais dif√≠cil a dissipa√ß√£o do calor corporal. Em casos extremos – e especialmente quando a efedrina √© utilizada em conjun√ß√£o com a cafe√≠na – esse estreitamento vascular se torna t√£o intenso que o calor fica aprisionado no corpo, elevando a temperatura corporal interna a n√≠veis t√£o altos que os principais √≥rg√£os come√ßam a falhar.

‚ÄúE √© a√≠ que acontecem as fatalidades‚ÄĚ, conclui Myerburg.


Comentários

6 Respostas para “Efedrina – Queimadores de Gordura (Termog√™nicos)”

  1. luiz gustavo on 29/12/2009 3:16 pm

    quero um produto com efedrina?

  2. luiz gustavo on 29/12/2009 3:18 pm

    um produto bom com efedrina?

  3. Mitnick on 10/09/2010 7:59 pm

    franol 15 mg de efedrina

    ou Marax 25 mg de efedrina

  4. sérgio on 11/02/2011 9:12 pm

    Ainda bem que eu vi o ultimo paragrafo, nem vo mais tomar café. uhauhauhauha

  5. cristiane de araujo on 30/10/2011 7:23 pm

    Como e onde compra o suplemento com efedrina?

  6. Diogo Cata Preta on 06/03/2012 10:42 pm

    Olha, como o subst√Ęncia n√£o √© permitida no Brasil, certamente voc√™ n√£o vai conseguir encontrar produtos com este composto em lojas de suplementos ou farm√°cias.
    Isso só existe no mercado paralelo ou fora do Brasil. De qualquer forma, não recomendo o uso.

Leave a Reply