Diogo Cata Preta

feeds

N√ļmero de computadores ‘zumbis’ quadruplicou, diz funda√ß√£o

n√ļmero de computadores “zumbis” quadruplicou nos √ļltimos tr√™s meses, segundo informa√ß√Ķes da Funda√ß√£o Shadowserver, uma organiza√ß√£o que investiga o uso de computadores para a pr√°tica de crimes na internet.

Computadores zumbis são aqueles que foram invadidos por códigos maliciosos sem o conhecimento dos usuários e que acabaram por ficar sob o controle de criminosos.

Segundo a organização, mais de 450 mil computadores em todo o mundo fazem parte de redes zumbis sem o conhecimento de seus donos. Estas redes, também conhecidas como botnets, são usadas para a prática de crimes na web.

A grande maioria das máquinas infectadas é de PCs que utilizam o sistema operacional Windows, da Microsoft.

Segundo dados da funda√ß√£o, em junho, havia cerca de 100 mil computadores zumbis em todo mundo. Mas, no final do m√™s de agosto, este n√ļmero subiu para 450 mil.

Armadilhas

O aumento no n√ļmero de m√°quinas seq√ľestradas nos √ļltimos meses √© atribu√≠do a sites armadilha, que atraem o usu√°rio para poder instalar programas em seus computadores.

Os spams que lotam as caixas de e-mail tamb√©m s√£o usados para seq√ľestrar computadores para que eles passem a fazer parte destas redes.

Estes computadores são usados então como base para ataques a websites e como repositórios de dados roubados.

Normalmente, as m√°quinas s√£o infectadas por uma vulnerabilidade em algum dos programas que s√£o rodados nela.

Depois, o computador entra em contato com uma rede para que faça o download de um software que deixa a máquina sob o controle de hackers.

Estas redes clandestinas podem se espalhar por diferentes países.


Comentários

Leave a Reply