Diogo Cata Preta

feeds

Redes sociais s√£o mais populares que sites porn√īs, diz pesquisa

RIO – Adolescentes e jovens conectados √† internet t√™m mais interesse em redes sociais do que em sites de pornografia, revela uma nova pesquisa. O estudo foi feito pelo pesquisador Bill Tancer, que analisou os h√°bitos de buscas de mais de 10 milh√Ķes de usu√°rios da internet, segundo o Telegraph.co.uk.

Há 10 anos, as buscas relacionadas a pornografia respondiam por 20% de todas as pesquisas feitas na internet, diz Tancer. Hoje, elas estão em 10%, sendo que a queda nessas buscas é perceptível no grupo de jovens entre 18 e 24 anos.

РMinah teoria é que os jovens passam tantas horas em redes sociais que não tem mais tempo para olhar sites adultos Рdisse o pesquisador à Reuters.

Tancer √© o autor de um livro, “Click: O que milh√Ķes de pessoas dazem online e porque isso importa”, no qual mostra que sites de celebridades t√™m mais visitas que os dedicados a religi√£o, pol√≠tica, bem-estar e dietas juntos. Um outro dado revelado por suas pesquisas que d√° o que pensar √© que os internautas buscam mais por fotos da candidata republicana √† vice-presid√™ncia, Sarah Palin, do que por informa√ß√Ķes sobre suas posi√ß√Ķes pol√≠ticas.

Ele nota ainda que a velocidade de disseminação de informação na web leva à desinformação. Quem também defende uma busca por maior confiabilidade da web é o seu inventor, Tim Berners-Lee.

– Com a explos√£o da desinforma√ß√£o na internet, eu acho que algu√©m desenvolver√° um novo tipo de software que filtre as informa√ß√Ķes mais acuradas. Talvez a precis√£o da informa√ß√£o seja a pr√≥xima coisa que n√≥s vamos buscar na rede – conclui Tancer.


Comentários

Leave a Reply